Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MEO blog

Que equipamento é necessário para ter TDT?


 

Para ver televisão de acesso livre em formato digital é necessário ter uma televisão com recepção de TDT incorporada, ou um equipamento descodificador que será ligado ao televisor. Quer os descodificadores quer os equipamentos de televisão referidos têm de ser compatíveis com a norma europeia DVB-T e com o formato de compressão MPEG4/H.264.


 

Vários modelos e marcas de descodificadores estarão disponíveis para venda no mercado, uns mais simples apenas com funções de recepção de sinal e outros com funcionalidades mais avançadas, como a Pausa TV ou a capacidade de Gravação.

 

Para garantir a fácil identificação destes equipamentos, foi disponibilizado um mecanismo de “Verificação de Compatibilidade” para fabricantes. O símbolo de compatibilidade*, que lhes será atribuído, irá facilitar a verificação, pelos consumidores, no momento da aquisição de um equipamento (televisão ou descodificador), da compatibilidade do mesmo com a norma da TDT em Portugal.

 

 



 



* Ver post Apresentação do Símbolo de Compatibilidade TDT

PT lança TDT – Televisão Digital Terrestre

 


Passados 53 anos do arranque das transmissões televisivas em Portugal e 29 anos após o aparecimento da televisão a cores, iniciam-se hoje, 29 de Abril de 2009, pela mão da Portugal Telecom (PT), as transmissões de Televisão Digital Terrestre** (TDT) para os quatro canais nacionais (RTP, RTP2, SIC, TVI) e para os dois canais regionais (RTP Açores e RTP Madeira), em 29 concelhos do país, no interior, litoral, Açores e Madeira.

 

Cerca de 40% da população portuguesa terá acesso, a partir de agora, a uma nova experiência de televisão, de forma gratuita, com melhor qualidade de imagem e som, e funcionalidades inovadoras.

 

A TDT irá substituir a actual teledifusão analógica terrestre (que disponibiliza, em Portugal, os quatro canais nacionais generalistas e os dois canais regionais). O telespectador poderá, assim, usufruir de uma qualidade superior de imagem e som digital, e aceder a funcionalidades que até agora só estavam disponíveis nas ofertas de televisão pagas, tais como:

 

- Guia TV. Mostra o detalhe da programação instantânea e futura de cada canal;

 

- Barra de Programação. Permite saber que programas estão a dar no mesmo momento noutros canais e que programas irão ser emitidos a seguir;

 

- Gravação Digital com possibilidade de agendamento. Permite planear e gravar os conteúdos transmitidos pelos canais televisivos;

 

- Pausa TV. Permite parar a emissão em tempo real e retomá-la mais tarde;

 

- Alta Definição. Existência de um canal em Alta Definição (HD), disponibilizado gratuitamente, que terá emissão em simultâneo, de forma rotativa, com um dos canais de definição standard.

 

Através de um processo de implementação acelerado, prevê-se que a cobertura do país seja integral até ao final de 2010, criando condições para antecipar em vários meses a data limite de desligamento da televisão analógica determinada pela União europeia (26 Abril de 2012).

 

Portugal será assim o país da União Europeia com menor tempo de implementação da TDT.

 

Concelhos TDT, a partir de hoje:

 



Alcochete

Almada

Alpiarça

Amadora

Barreiro

Benavente

Chaves

Coimbra

Entroncamento

Évora

Faro

Funchal

Gaia

Golegã


Lisboa

Mangualde

Matosinhos

Moita

Montijo

Oeiras

Olhão

Palmela

Ponta Delgada

Porto

Salvaterra de Magos

Seixal

Sintra

Torres Novas

Viana do Castelo



 

De sublinhar que para além destes locais, existem muitas freguesias de outros concelhos que têm cobertura TDT, pelo que se aconselha o acesso ao site http://tdt.telecom.pt para verificar a cobertura da zona de residência em questão.

 

A recepção de Televisão Digital Terrestre é gratuita, embora possa ser necessária a aquisição de uma caixa descodificadora de sinal, se a televisão não estiver preparada para receber o canal digital (com a norma europeia DVB-T e o formato de compressão MPEG4/H.264).*

 

 



** Ver “O que é a TDT

 


 

Apresentação do Símbolo de Compatibilidade TDT

 

Os consumidores portugueses podem procurar por este símbolo ao adquirirem uma televisão ou caixa descodificadora de Televisão Digital Terrestre.

 

 
 
 
 
No âmbito da actividade do Fórum TDT, de promoção e esclarecimento junto da opinião pública dos factos relacionados com a implementação da Televisão Digital Terrestre (TDT), passa a estar disponível, a partir de hoje, um mecanismo de “Verificação de Compatibilidade TDT” de equipamentos como televisões ou caixas descodificadoras.
 
A disponibilização de um mecanismo de “Verificação de Compatibilidade” justifica-se por ser importante facilitar a identificação dos equipamentos que os portugueses poderão adquirir para tirarem partido da Televisão Digital Terrestre.
 
Os fabricantes que pretendam verificar a compatibilidade dos respectivos equipamentos com a TDT passam a poder, assim, efectuar um pedido de verificação de compatibilidade junto da PT Inovação, entidade que fará a verificação e análise dos equipamentos e que, consoante os respectivos resultados, indicará se os mesmos são ou não compatíveis com a TDT.
O símbolo de compatibilidade irá facilitar a verificação, pelos consumidores, no momento da aquisição de um equipamento para TDT, da compatibilidade do mesmo com a norma da TDT em Portugal.
 
A 29 de Abril de 2009 terão início as emissões de TDT em Portugal Continental, Açores e Madeira. A partir desta data, os portugueses vão beneficiar de uma melhor qualidade na recepção de programas televisivos, funcionalidades avançadas de utilização da televisão, como sejam guias electrónicos da programação (EPG), serviços avançados de informação, gravação e Pausa TV.
 
A TDT disponibilizará, igualmente, para além da RTP1, RTP2, SIC, TVI, RTP Madeira e RTP Açores (nas Regiões Autónomas), um canal em alta-definição (High Definition), partilhado pelos operadores.
 

O que é a TDT?

 


A TDT – Televisão digital é a designação atribuída ao processo de transmissão de vídeo, áudio e dados, através da utilização de sinais digitais, por oposição aos sinais analógicos utilizados pelos sistemas tradicionais de televisão (analógica), oferecendo consideravelmente melhor qualidade.

 

A TDT permite uma utilização mais eficiente do espectro, ou seja este sinal digital permite a emissão de vários canais em simultâneo numa mesma frequência, anteriormente reservada para um único canal, permitindo a utilização de maior número de frequências no mesmo intervalo de espectro electromagnético. Esta razão levou a Comissão Europeia a determinar que fosse introduzida em todos os países da União esta tecnologia, estabelecendo um prazo (até 2012) para o switch-off – desligamento - da actual transmissão analógica. Em Portugal, o Governo estabeleceu que o desligamento deverá ocorrer até ao dia 26 de Abril de 2012.

 

Meo reforça conteúdos infantis com meo kids

 


O Meo, que comemora agora o seu primeiro aniversário, acaba de lançar o meo kids, o seu mais recente serviço interactivo, destinado a crianças, entre os 4 e 10 anos, e que agrega todos os conteúdos infantis disponíveis neste operador, produzidos por parceiros especializados, como é o caso do do Sapo Kids, Texto Editores, Canal Panda, Teatro Infantil de Lisboa, Jardim Zoológico de Lisboa, Federações Portuguesas de vários desportos, entre outros.

 

Este serviço agregador de conteúdos infantis, tem um interface desenhado especificamente para crianças e duas áreas dirigidas a dois públicos distintos: dos 4 aos 6 anos (meo kiddy) e dos 7 aos 10 anos (meo kids).

 

Nestes espaços, pode aceder-se a conteúdos adaptados sobre:

 

Televisão - Acesso directo aos canais infantis disponíveis na oferta Meo, com Guia TV adaptado à idade dos utilizadores;

 

Videoclube - Acesso a todos os filmes e séries infantis disponíveis para aluguer. O aluguer de vídeos poderá ser condicionado através da introdução de um código;

 

Música - As notícias das estrelas do mundo da música, vídeos e Karaokes infantis;

 

Desporto - Notícias dos craques do desporto, informações e vídeos sobre várias modalidades desportivas;

 

Descobrir - Área de curiosidades sobre ciência, sugestões de leitura e agenda cultural;

 

Brincar – Jogos interactivos, anedotas, adivinhas, passatempos e os melhores programas do canal Panda.

 

O meo kids está disponível no Menu principal do Meo, de forma gratuita, para todos os clientes IPTV.

 

 

Brava HDTV no Meo

A partir do dia 06 de Abril, o MEO reforça a sua oferta com o Brava HDTV, o primeiro canal europeu a transmitir ópera, ballet e os grandes concertos de música clássica em alta definição e áudio Dolby Surround, a partir das mais conceituadas salas de espectáculos da Europa.


 

O canal tem uma emissão de 24 horas e estará disponível na posição 150 da grelha IPTV do MEO como canal Premium, por uma mensalidade de 5 Euros. Durante o mês de Abril, o canal estará acessível gratuitamente a todos os clientes IPTV.

  

Recorde-se que a grelha do MEO inclui já 8 canais de Música (MCM Pop, MCM Top, VH1, Trace TV, VH1, Nat Geo Music, Afro Music e Mezzo) e a oferta Premium de Canais Áudio do Jukebox.