Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

MEO blog

Conteúdo com fibra e relevante para os clientes MEO e para todos os que procuram um serviço de Televisão, Internet, Telefone e Telemóvel com qualidade.

Liga MEO Surf 2020 com os olhos na próxima década

Liga MEO Surf 2020 com os olhos na próxima década

A Liga MEO Surf, a principal competição de Surf em Portugal que define os títulos máximos de campeões nacionais, está de regresso, com a parceria renovada da Altice Portugal, através do MEO, por mais duas temporadas. O calendário das etapas para a temporada de 2020, com início marcado para os dias 27 e 29 de março, no Allianz Ericeira Pro, em Ribeira d’Ilhas já foi revelado com a última etapa a decorrer de 1 a 3 de outubro, em Cascais.

 

Calendário da Liga MEO Surf 2020:

1.ª etapa – 27 a 29 de março – Allianz Ericeira Pro

2.ª etapa – 24 a 26 de abril – Renault Porto Pro

3.ª etapa – 29 a 31 de maio – Allianz Figueira Pro

4.ª etapa – 12 a 14 de junho – Allianz Algarve Pro

5.ª etapa – 1 a 3 de outubro – Bom Petisco Cascais Pro

 

A melhor e mais profissional da Europa

A Liga Portuguesa de Surf é a “melhor e mais profissional liga do continente europeu” e do ponto de vista económico, a competição nacional de surf destaca-se das restantes pelo elevado número de patrocinadores, de acordo com análise que comparou as principais competições de surf na Europa, da autoria da ‘Remarkable Communication & Image Management’ (RCIM).

Os critérios de análise tiveram por base fatores como o número de etapas, participação, calendarização, prémios atribuídos, estrutura, profissionalismo, e divulgação, através da comparação com os circuitos nacionais de surf dos países mais relevantes na modalidade na Europa.

 

Do ponto de vista económico, a Liga Portuguesa de Surf destaca-se dos seus pares europeus. Ao longo das cinco etapas, a Liga Portuguesa distribui mais de 100 mil euros em investimento direto aos surfistas participantes por via de prémios, comparando com os 30 mil euros distribuídos em Espanha. Em França, o campeonato é amador, e no Reino Unido, o UK Pro Tour não divulga o seu valor monetário.

 

A prova em 2020

Além do normal desenrolar a luta pelos títulos máximos do Surf em Portugal, a Liga MEO Surf 2020 conta com um quadro de premiação renovado a favor da divisão Feminina. Isto porque a Allianz, tal como antecipado em 2019, voltou a reforçar o prémio da Allianz Triple Crown com 8.000€ anuais, repartidos em paridade e equitativamente entre o vencedor masculino e a vencedora masculina.

 

Por sua vez, o Bom Petisco inaugura um prémio monetário exclusivo para as senhoras em competição com o “Bom Petisco Girls Score”, que irá premiar a melhor pontuação de bateria ao longo das cinco etapas com 2.500€.

 

Adicionalmente, mantém-se a luta pela melhor manobra nas Renault Expression Sessions e pela Somersby Onda do Outro Mundo (ambos com 2.500€ anuais), o Santander Award (com 1.500€ anuais), e as viagens a bordo da Sumatra Surf Trip para os melhores juniores.

 

Em quatro das cinco etapas serão premiados os melhores surfistas locais (com 1.500€ repartidos entre masculino e feminino a atribuir por lógica mista de competição e resultado escolar), atribuídos pelos Municípios de Mafra, Figueira da Foz, Aljezur e Cascais.

 

No eixo de sustentabilidade e responsabilidade social, os alunos do projecto Wave by Wave (terapia para crianças e jovens em risco através do Surf) passam a integrar o staff técnico de todas as etapas da Liga MEO Surf 2020. Será uma experiência real, de valor acrescentado e enriquecedora para os seus projetos de vida.

 

Mantêm-se também as limpezas de praia da Fundação Altice, assim com as dinâmicas de consciencialização de proteção dos oceanos e hábitos saudáveis promovidos pelo Grupo Jerónimo Martins. A Associação Nacional de Surfistas continua também com a plataforma ANS Share (www.ansurfistas.com/share), convidando todos a participar na agregação de resultados anuais das limpezas de praia.

 

Miguel Blanco, bicampeão nacional em título, e Yolanda Hopkins, que se estreou como campeã em 2019, partem como grandes candidatos a defenderem os títulos conquistados no ano passado, perante um leque cada vez maior de surfistas da nova geração que pretendem mostrar que estão aptos para atacar os pódios nacionais e, posteriormente, seguirem as pisadas de nomes como Frederico Morais, Vasco Ribeiro, Carol Henrique ou Teresa Bonvalot fora de portas.

 

A Canon voltará também com os workshops de fotografia coordenados por Ricardo Bravo, que acontecerão apenas na etapa da Ericeira e Cascais, assim como, ao nível da experiência para o público, e pelo quarto ano consecutivo, o Rip Curl Fantasy Surfer voltará a distribuir fatos E-Bomb e relógios GPS Search para os vencedores das etapas, acrescendo/adicionando/acrescentando uma prancha da Polen Surfboards para o vencedor anual.

 

A nível televisivo, todas as etapas poderão ser acompanhadas em direto na Sport TV, assim como nos restantes meios oficiais: facebook do MEO, app do MEO – disponível na posição 810 da grelha de canais MEO, esta app será gratuita para clientes com MEO Box (ADSL e Fibra), permitindo aos consumidores assistirem a toda a Liga no conforto das suas casas. Na Europa, apenas a Liga portuguesa de surf tem transmissão televisiva o que, segundo a RCIM, “estabelece uma forte exposição mediática para a liga e para os surfistas nacionais”.

 

A Liga MEO Surf 2020 é uma organização da Associação Nacional de Surfistas e da Fire!, com o patrocínio do MEO, Allianz Seguros, Renault, Bom Petisco, Somersby, Banco Santander, Rip Curl, os parceiros de/da sustentabilidade Fundação Altice e Jerónimo Martins, os apoios locais dos Municípios de Mafra, Figueira da Foz, Mafra, Porto e Matosinhos, Aljezur, Cascais e da Região de Turismo do Algarve, e o apoio técnico do Ericeira Surf Clube, Onda Pura, Associação de Surf da Figueira da Foz, Algarve Surf Clube e Clube Recreativo e Cultural da Quinta dos Lombos e da Federação Portuguesa de Surf.

 

Campeões Nacionais 2015 a 2019

2019 – Miguel Blanco e Yolanda Hopkins

2018 – Miguel Blanco e Camilla Kemp

2017 – Vasco Ribeiro e Carol Henrique

2016 – Pedro Henrique e Carol Henrique

2015 – Vasco Ribeiro e Teresa Bonvalot